Os 10 Erros mais comuns do novo profissional no mercado de trabalho!

Saiba como evitar os erros mais comuns do novo profissional ao buscar emprego no mercado de trabalho.

  • 25/01/2019
  • Por: BSL Idiomas

Depois de anos estudos e estágios, finalmente o estudante universitário recebe seu diploma e se prepara para ser um novo profissional no mercado de trabalho.

Por outro lado, enquanto recém-formado, a expectativa para os meses seguintes é muito grande, principalmente, para conseguir aquele “emprego dos sonhos”.

Infelizmente, nesse momento a realidade aparece e ele percebe que não é tão fácil assim. Para piorar, sua falta de experiência leva a cometer vários erros no currículo, em entrevistas, dificultando ainda mais a conquista do primeiro emprego.

Antes de mais nada, para evitar que você passe por esses problemas, escrevemos este artigo mostrando os erros na carreira do novo profissional no mercado de trabalho. Aproveite!

 

10 Erros mais comuns do novo profissional

O processo de busca do primeiro emprego costuma ser delicado para os recém-formados. Existe uma combinação de medo, imaturidade e pressão da família e deles mesmos.

Como consequência, costumam cometer diversos erros que abam dificultando a conquista do emprego. Vamos ver quais são esses erros:

 

1) Currículo mal feito

Um dos principais erros do novo profissional é não se dedicar a escrever um currículo da forma correta. Mesmo que você não tenha muita experiência no mercado de trabalho, o seu currículo deve mostrar as principais atividades desenvolvidas ao longo da sua graduação.

Pode incluir os estágios supervisionados, trabalhos de iniciação científica, experiência em empresas juniores e cursos realizados. Por outro lado, inclua, também, os idiomas, viagens, prêmios e trabalhos voluntários realizados, caso tenham relação com a vaga pretendida.

E cuidado com o português e a digitação. O simples fato de seu currículo estar bem escrito pode contar pontos em um eventual processo seletivo.

Um bom currículo deve destacar seus pontos fortes e despertar o interesse dos recrutadores.

 

2) Disparar centenas de currículos pela internet

Esse é outro erro grave dos novos profissionais. Enviar o currículo para qualquer vaga que aparece, mesmo não sendo adequadas para o seu perfil ou formação.

Além de ser uma perda do seu tempo, o resultado será nulo, pois, tem grande chance de nem olharem para o seu currículo.

Estude as vagas, entenda as atribuições que a empresa solicita e verifique se você preenche, no mínimo, a maioria dos requisitos. Assim, você aumenta as chances de ser chamado para entrevistas.

 

3) Não ativar sua rede de contatos

Outro erro cometido pelo novo profissional. Existem dezenas de vagas que são preenchidas por indicações. Muitas empresas estão investindo em programas internos de indicações para diminuir os custos com processos seletivos.

Como você pode ter acesso a essas vagas? Usando de maneira inteligente sua rede de contatos e tomando atitudes para ampliá-la.

Primeiro, avise todas as pessoas que conhece que está buscando emprego e explique, detalhadamente, o perfil da vaga que deseja. Assim, se surgir uma oportunidade, será mais fácil para seus amigos e parentes o indicarem.

 

 

Depois, periodicamente, os relembre que ainda está buscando. Todos possuem uma vida corrida e é comum que esqueçam do seu pedido. É sua responsabilidade lembra-los disso.

Para ampliar seu networking, você pode frequentar eventos da sua área de atuação, como congressos, feiras e palestras. Aproveite para conversar com os profissionais que encontrar para saber como está o mercado e se existem vagas abertas em suas empresas.

 

4) Ficar escolhendo demais

Aqui o erro do novo profissional é a expectativa do “emprego perfeito”. O novo profissional até consegue se candidatar às vagas e ser chamado para entrevistas, mas se o emprego não é tudo o que ele imaginava, desiste.

Entenda que os melhores cargos só chegam depois de um tempo de maturidade no mercado. Por isso, as experiências no interior do estado ou em cargos operacionais podem ser importantes no início da sua carreira.

Não queira pular etapas, rejeitar propostas mais desafiantes ou evitar se esforçar um pouco mais. Essas atitudes podem comprometer o seu futuro profissional.

Essa é a hora de ser realista. Se você acabou de se formar na sua faculdade, provavelmente não vai conseguir o emprego perfeito. Lembre-se de que uma carreira de sucesso é formada por pequenos passos.

 

5) Não se preparar para as entrevistas de emprego

A entrevista pode representar o fim da busca do novo profissional e ser a porta de entrada para o seu novo emprego. Apesar da sua importância, a grande maioria dos novos profissionais no mercado não se preparam adequadamente para ela.

Quanto mais bem preparado você estiver para a entrevista, mais transparecerá tranquilidade, segurança e profissionalismo. Isso aumentará as chances de causar uma boa impressão no recrutador.

É fundamental conhecer a empresa, o setor e as atribuições do cargo que você está concorrendo. Portanto, estude sobre a empresa, mostre que você conhece o negócio, o mercado em que ela atua e como você poderá contribuir para potencializar os resultados.

Essa é um caminho certo para você se destacar.

 

6) Não usar sites de busca de empregos

Atualmente, a internet é uma das principais ferramentas para procurar emprego, existindo diversos sites que funcionam como bancos de vagas. Alguns são pagos, mas a maioria é gratuita.

Também vale a pena pesquisar se não existe algum site de vagas especializado na sua área de atuação.

 

7) Não usar o Linkedin

Além dos sites de vagas, o Linkedin é um poderoso aliado para o novo profissional que busca entrar no mercado de trabalho. Atualmente quase todas as empresas anunciam suas vagas na plataforma e os recrutadores e headhunters a utilizam para buscar profissionais alinhados com o perfil das vagas que precisam preencher.

Além disso, o Linkedin é uma rede voltada ao desenvolvimento de networking. Lá você tem acesso a profissionais do mundo inteiro, podendo se conectar e trocar conhecimentos com eles.

 

 

Para usá-lo a seu favor é essencial preencher o perfil de forma profissional, destacando suas experiências e formações. Enquanto o seu currículo deve ser mais técnico, o perfil do Linkedin é mais flexível.

Os recrutadores recomendam que você fale um pouco sobre quem é você. Isso inclui informações sobre sua personalidade, pois, isso facilita a identificação do profissional mais adequado à vaga e mais alinhado à cultura da empresa.

 

8) Pedir emprego para desconhecidos

Um erro muito comum que vem acontecendo nas redes sociais, como o Linkedin, por exemplo, é a pessoa fazer contato com um líder ou recrutador para pedir emprego, sem nem conhecer a pessoa.

Só faça isso se você tiver certeza de que existem vagas abertas na empresa para alguém com sua formação e experiência. Muita gente toma esta atitude sem nem saber o que poderia fazer na empresa.

Outra atitude que também não traz resultados é pedir emprego porque está precisando ou tem contas a pagar, seja nas redes sociais ou na própria entrevista de emprego.

Histórias tristes não vão convencer ninguém a dar um emprego para você. O mais efetivo é convencer os recrutadores de que você é um novo profissional talentoso. Mostre que possui habilidades que farão a diferença para a empresa que o contratar.

9) Não organizar uma rotina para buscar emprego

Procurar trabalho não deixa de ser um trabalho, por isso é importante estabelecer uma rotina diária com todas as atividades relacionadas à sua busca por emprego.

Faça uma lista do que será necessário para procurar emprego: preparação e envio de currículos e cartas de apresentação, contatos de networking, entrevistas, entre outras.

O próximo passo é organizar uma agenda semanal, planejando suas atividades e tendo a disciplina para segui-la.

Não esqueça de incluir horários para estudar e se atualizar, praticar exercícios físicos e uma atividade de relaxamento, como meditação ou yoga.

Procurar um emprego pode ser cansativo e estressante. Você precisa manter-se bem física, mental e psicologicamente, para causar uma ótima impressão nas entrevistas de emprego.

 

10) Se deixar levar pelo desânimo

É comum que um novo profissional, recém-formado, leve algum tempo para encontrar um emprego. Se isso ocorrer, você não pode ficar desmotivado ou se deixar levar pelo desânimo.

Começar a repetir para você mesmo que a crise está forte, o mercado está parado, ninguém está contratando, a concorrência está grande demais, não vai resolver o seu problema. Quanto mais você reclamar, pior vai se sentir e menos vontade terá de procurar emprego.

 

É importante…

Por fim, buscar maneiras de se manter calmo e motivado, realizando as ações necessárias para encontrar seu emprego.

Posts Relacionados

Aprender Inglês
  • Por: BSL Idiomas
  • 15/02/2019
8 melhores aplicativos e sites para você organizar filmes e séries

Conheça 8 sites e aplicativos para organizar filmes e séries e nunca mais se perca nos episódios da sua maratona!

Carreira e Profissão
  • Por: BSL Idiomas
  • 15/02/2019
Você viu as oportunidades de emprego no mercado? Vem ver!

Está procurando oportunidades de emprego? Descubra como saber inglês pode ajudá-lo nessa busca!

Aprender Inglês
  • Por: BSL Idiomas
  • 25/01/2019
O que você precisa saber para escolher um curso de inglês?

Descubra quais os critérios a levar em conta na hora de escolher um curso de inglês e encontre o melhor curso para você!

Aprender Inglês
  • Por: BSL Idiomas
  • 25/01/2019
10 dicas de como organizar o tempo para estudar inglês e fazer faculdade ao mesmo tempo

Você faz faculdade, e não está conseguindo encontrar tempo para estudar Inglês? Nesse post preparamos uma lista completa de dicas para resolver seu problema!

Carreira e Profissão
  • Por: BSL Idiomas
  • 25/01/2019
Os 10 Erros mais comuns do novo profissional no mercado de trabalho!

Saiba como evitar os erros mais comuns do novo profissional ao buscar emprego no mercado de trabalho.

Carreira e Profissão
  • Por: BSL Idiomas
  • 22/01/2019
Primeiro Emprego: 7 passos para montar um currículo incrível

Procurando o seu primeiro emprego? Antes de mais nada, leia este artigo e saiba como montar um currículo incrível!